Reflexão sobre Tecnologias de Apoio à Tradução I e II

Ao longo destes dois semestres muitos foram os programas, artigos e apresentações, e embora tenha sido uma disciplina pesada, pois tem um número maior de avaliações que uma disciplina normal, tudo valeu a pena. Sendo esta disciplina especificamente focada nas tecnologias de apoio à tradução, é normal que tenhamos de despender algum tempo para as conhecer, aprender e dominar. E chego ao final desta disciplina com um sentimento de missão cumprida. Esta aprendizagem foi uma grande mais valia pois futuramente sinto que se necessitar de trabalhar com outro programa terei as bases necessárias para o fazer, tendo em conta que aprendemos todas as componentes que fazem parte de um típico programa de ajuda à tradução, como por exemplo as memórias de tradução e bases terminológicas. Os artigos ajudaram a entender e enraizar o facto de que as tecnologias de apoio à tradução são algo que já não é opcional no nosso mercado, e que são algo fundamental para um tradutor profissional. Em suma, foi uma disciplina pesada, mas que no final de contas valeu a pena, pois estes conhecimentos ajudar-nos-ão a trabalhar com qualquer programa desta área.